As muitas atividades que constituem o viver consomem significativamente o nosso tempo. São tantas coisas! Trabalho, estudos, compromissos, pagamentos, consertos, faxina, educação dos filhos, etc. e etc. Não sobra tempo para quase nada. Que pena que o dia não tenha pelo menos umas dez horas a mais! Mas, será que mesmo assim não reclamaríamos da falta de tempo?

Na verdade, o problema não é a falta de tempo, é a organização daquilo que alguém considera prioritário. Quando a gente quer, arruma sempre um jeito. Tenho visto o exemplo disso nas salas de aula, onde mesmo as pessoas mais atarefadas conseguem organizar seus horários para realizar o sonho de se formar neste ou naquele curso. Chegam cansados de um dia de trabalho, comem qualquer coisa e lá estão para estudar. Outro exemplo pode ser visto naqueles que decidem cuidar melhor do corpo. Arrumam tempo para o exercício físico. Acordam cedinho para caminhar ou cumprem religiosamente os horários da academia de musculação ou das aulas de hidroginástica. É questão de prioridade. E os exemplos são inúmeros.

É nesse mesmo caminho que o salmista Davi fala de sua alegria em ir à Casa do Senhor. Suas palavras também nos convidam hoje: Vamos à Casa do Senhor? Sabemos que Deus não habita nos templos. Mas precisamos priorizar o culto, a reunião com os irmãos e irmãs, o louvor, a Palavra. A freqüência à igreja não deve ser substituída por qualquer outra atividade. Precisa ser prioridade para nós! Não é normal um crente considerar a igreja e o culto substituíveis. Não é normal não sentir alegria em estar na “Casa do Senhor”. Pense comigo: poderão tais pessoas viver a eternidade cultuando ao nosso Deus no novo céu e nova terra quando desprezam os cultos e a sua Casa aqui e agora?

Ah salmista Davi, também quero vir alegre ao culto. Quero encontrar aqui cada um dos meus irmãos e minhas irmãs. Também quero ver aqui as nossas famílias e os nossos amigos reunidos alegremente. Quero sempre encontrar tempo para estar no culto, na casa do meu Deus. E até mesmo o tempo para as demais coisas me será acrescentado (Mt 6.33).

Pr. André Holanda    

Quer mais?